InícioComportamento11 maus hábitos que você deve deixar se quiser ter estabilidade financeira

11 maus hábitos que você deve deixar se quiser ter estabilidade financeira

Publicidade

Tom Corley passou cinco anos estudando a vida de pessoas ricas (definidas como tendo uma renda anual de $ 160.000 ou mais e um patrimônio líquido de $ 3,2 milhões ou mais) e pessoas pobres (definidas como tendo uma renda anual de $ 35.000 ou menos e um patrimônio líquido de $ 5.000 ou menos).

Ele então diferenciou o que chama de “hábitos ricos” e “hábitos de pobreza” – essencialmente, as tendências de ambos os grupos – que ele detalha em seu novo livro, “Change Your Habits, Change Your Life”.

Com sua pesquisa, ele descobriu que os hábitos diários ditam o quão bem ou malsucedido você será na vida.

Continue a ler após a publicidade.

É claro que não há garantias de sucesso, mas se você quer ter sucesso e construir sua riqueza, não fará mal começar evitando estes 11 hábitos comuns, mas caros:

1) Jogos

“Não existe tal coisa como enriquecimento rápido”, escreve Corley.

“O sucesso financeiro leva tempo, requer iniciativa e exige grande esforço. Aqueles que jogam estão iludidos pensando que existe um atalho para o sucesso”.

Em seu estudo, 52% das pessoas pobres apostavam em esportes pelo menos uma vez por semana e 77% jogavam na loteria todas as semanas.

Por outro lado, 84% dos ricos não apostavam em esportes e 94% não jogavam na loteria.

“Milionários self-made não seguem nenhum esquema de enriquecimento rápido. Em vez disso, eles têm o hábito de perseguir seus sonhos e seus objetivos.”

2) Ter uma dieta doentia

“Os maus hábitos de saúde geram sorte prejudicial”, escreve Corley.

Em seu estudo, 97% das pessoas pobres comeram mais de trezentas calorias de junk food por dia, 69% comeram fast food três ou mais vezes por semana, 69% comeram doces mais de duas vezes por semana e 66% estavam acima do peso em pelo menos 30 libras.

Pessoas ricas valorizam sua saúde, diz Corley.

Além de uma alimentação saudável, eles se exercitam de forma consistente, dormem sete ou mais horas todas as noites e adquirem o hábito diário de usar o fio dental.

Recomendamos:  15 citações que o inspirarão a perseguir seus sonhos e nunca desistir

3) Beber muita bebida alcoólica

Embora um copo de vinho ou cerveja ocasional seja bom, beber muito pode impedir suas chances de sucesso financeiro.

“Cinquenta e quatro por cento dos pobres em meu estudo bebiam mais de dois copos de cerveja, vinho ou álcool por dia”, relata Corley.

“Oitenta e quatro por cento dos milionários self-made em meu estudo beberam menos do que isso.”

Beber muito pode afetar sua memória e capacidade de pensar com clareza, explica Corley.

Além disso, são muitas calorias extras e não faz parte de uma dieta saudável.

4) Sair com pessoas tóxicas

Com quem você sai é mais importante do que você imagina.

Oitenta e seis por cento das pessoas ricas no estudo de Corley criaram o hábito de se associar com outras pessoas que pensam no sucesso.

“Eles também fazem questão de limitar sua exposição a pessoas tóxicas e negativas”, explica ele.

Por outro lado, “Apenas quatro por cento dos pobres em meu estudo se associaram a indivíduos que buscam o sucesso.

Noventa e seis por cento associados a indivíduos negativos e tóxicos. Você só terá sucesso na vida se se cercar do tipo certo de pessoas.”

5) Assistir muita TV

“Setenta e sete por cento dos pobres em meu estudo assistiam mais de uma hora de TV todos os dias”, escreve Corley.

“Sessenta e sete por cento dos milionários self-made em meu estudo assistiam menos de uma hora de TV todos os dias.”

Os ricos preferem ser educados do que entretidos.

Eles substituem o tempo da TV por ler, pensar, fazer exercícios ou qualquer outra forma de autodidatismo.

Recomendamos:  77 Usos criativos para o Óleo de Coco: desde alimentação aos cuidados domésticos

“Fazer uso produtivo do tempo é uma marca registrada dos milionários”, diz Corley.

“Perder tempo é uma marca registrada das pessoas pobres.”

6) Pensamentos negativos

“O sucesso a longo prazo só é possível quando você tem uma perspectiva mental positiva”, afirma Corley.

Continue a ler após a publicidade.

O problema para a maioria das pessoas é que elas estão completamente inconscientes de seus pensamentos, positivos ou negativos, ele explica: “Se você parar para ouvir seus pensamentos, para estar ciente deles, você descobrirá que a maioria deles é negativa.

Mas, você só percebe que está tendo esses pensamentos negativos quando se força a estar ciente deles. Conscientização é a chave. ”

7) Procrastinação, estresse e cansaço

A procrastinação “impede até mesmo os indivíduos mais talentosos de alcançar o sucesso na vida”, escreve Corley.

Isso anda de mãos dadas com a afirmação do autor Napoleon Hill de que as pessoas mais ricas também são as pessoas mais decisivas.

Quer você perceba ou não, a procrastinação é um grande motivo pelo qual você está lutando financeiramente na vida. Isso prejudica sua credibilidade com os empregadores e colegas de trabalho.

Também afeta a qualidade do seu trabalho e isso afeta os negócios que você ou seu empregador recebem de clientes e relações comerciais. ”

8) Evitar críticas construtivas

“O medo de críticas é a razão pela qual não buscamos feedback de outras pessoas”, escreve Corley.

“Mas o feedback é essencial para aprender o que está funcionando e o que não está funcionando. O feedback ajuda a entender se você está no caminho certo. Buscar críticas, boas ou más, é um elemento crucial para o aprendizado e o crescimento. ”

Além disso, permite que você mude de rumo e experimente uma nova carreira ou negócio.

Como diz Corley; “O feedback fornece as informações de que você precisa para ter sucesso em qualquer empreendimento.”

9) Dívida excessiva

Gastar mais do que você ganha é um caminho infalível para o estresse financeiro.

“Noventa e cinco por cento dos pobres em meu estudo não pouparam e a maioria acumulou dívidas para subsidiar seu padrão de vida”, relata Corley.

“Consequentemente, eles não têm dinheiro para a aposentadoria, para a faculdade dos filhos ou para buscar as oportunidades que se apresentam.”

Gastar mais do que ganha e colocar a economia em banho-maria “cria pobreza de longo prazo, sem esperança de fuga”, escreve ele.

10) Ficar trabalhando em algo que odeia

Trabalhar duro em um trabalho que você odeia não só o deixará estressado e insatisfeito com a vida, mas também afetará suas chances de enriquecimento.

As pessoas mais ricas e bem-sucedidas perseguem suas paixões.

A paixão supera a educação, a inteligência, as habilidades e “qualquer outra vantagem que aqueles que não têm paixão possam ter na vida”, enfatiza Corley.

A paixão torna o trabalho divertido. A paixão dá a você a energia, a persistência e o foco necessários para superar falhas, erros e rejeição. Ele infunde em você uma tenacidade fanática que torna possível superar obstáculos e armadilhas que bloqueiam seu caminho. ”

11) Permanecendo na zona de conforto

“Desejamos tanto nos misturar, nos aclimatar à sociedade, fazer parte do rebanho, que faremos quase qualquer coisa para evitar nos destacar na multidão”, escreve Corley.

No entanto, “o fracasso em se separar do rebanho é o motivo pelo qual a maioria das pessoas nunca alcança o sucesso”.

Enquanto a pessoa comum encontra paz de espírito na familiaridade e hesita em deixar sua zona de conforto, os ricos encontram conforto na incerteza.

“A busca pela riqueza exige que você assuma riscos. A maioria não, e é por isso que a maioria não é rica. ”

Publicidade

Se você gostou dessa matéria, clique aqui e descubra mais informações e dicas valiosas. via: Propertyupdate

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais vistos