A maternidade é uma das tarefas mais difíceis e gratificantes que uma mulher pode ter. Há um esforço enorme, responsabilidade e recompensa.

As mulheres que passaram por uma cesariana, devem carregar a cicatriz com orgulho. Elas passaram por uma das coisas mais difíceis que qualquer ser humano pode passar.

Elas enfrentam vários riscos com a intervenção cirúrgica.

A cesariana requer uma quantidade imensa de força e coragem. Apenas uma mãe é capaz de lidar com isso de maneira admirável e heroica. Estas 3 verdades são coisas que, apenas mulheres que foram submetidas a cesarianas sabem. A maioria das pessoas sabe o que é uma cesariana. Como os nascimentos por cesariana são tão comuns, você pode pensar que a cirurgia é um procedimento simples. No entanto, a cesariana é considerada um tipo de cirurgia de grande porte.

Como tal, a cesariana oferece riscos tanto para a criança quanto para a mãe. Além disso, o nascimento muitas vezes não é testemunhado por membros da família ou pelo pai. É difícil que eles estejam na sala de cirurgia junto com a mãe. Muitas vezes, as mães têm que passar pela provação da cirurgia e do parto sozinhas. Elas não podem contar com o suporte que merecem e isso leva a uma grande incerteza. Um parto por cesariana é uma batalha de solidão e medo contra o amor e a força de vontade que as mulheres têm pela criança.

O nascimento não é o fim do risco.

As mulheres que passam por uma cesariana não saberão se tudo está bem até que tenham sido retiradas da sala de cirurgia. No parto tradicional, os principais riscos terminam depois que o bebê nasce e sua saúde é averiguada. Mas como a cesariana é um procedimento cirúrgico, os médicos não conseguem afirmar se todos os aspectos da cirurgia foram bem-sucedidos até que os efeitos da anestesia passem.

Veja também:  Quem tem a letra “M” na palma da mão possui um sexto sentido super desenvolvido e pode conquistar tudo o que deseja

O impacto emocional disso é composto por um fato pouco conhecido: as mães ficam acordadas durante a cesariana. Elas não são deixadas inconscientes pela anestesia. As mães não sentem dor, mas sentem todos os movimentos que acontecem dentro delas. Essa sensação pode ser invasiva e desagradável. Se você não se preparou de antemão, isso pode causar pânico e trauma. Mesmo com o desconforto, as mães aguentam o procedimento para que o bebê fique seguro.

O pós-operatório só pode ser encarado por uma verdadeira heroína.

Não importa que tipo de nascimento tenha acontecido, o mundo de uma mãe gira em torno de seu filho recém-nascido. As mães devem sacrificar seu próprio bem-estar para sustentar seu filho. A logística e a predisposição necessárias para isso são exaustivas na melhor das circunstâncias. Mas as mães, que passam pela cesariana, precisam fazer tudo isso enquanto lidam com a dor da recuperação pós-operatória. Não importa quão bem você administre sua recuperação, você ainda sentirá desconforto e dor. Embora a experiência seja exaustiva, também fortalece a mãe. Ela desenvolve uma tolerância muito maior à dor, além de força interior, que permitem cuidar de seu filho contra todas as probabilidades.

Não importa quais sejam as dificuldades enfrentadas pelas mães, elas estão dispostas a serem corajosas e se sacrificarem em prol de seus filhos. Cada fralda trocada, minuto sem dormir e dor de cabeça induzida pelo choro, valem a pena pelo. O bebê é uma pessoa totalmente nova, que está experimentando o mundo pela primeira vez. As mães que passaram por uma cesariana fazem questão que seu bebê vivencie o universo como alguém cheio de amor. Toda mãe de cesariana tem uma cicatriz de batalha que prova sua força e amor. As mulheres devem se orgulhar de exibir essas cicatrizes. Nunca esconda ou disfarce.

Veja também:  Caldo de cana além de ser delicioso faz bem à saúde. Inclui receita de pudim

O que você acha da bravura mostrada pelas mães de cesariana? Compartilhe isso com a sua família e amigos para que mais pessoas conheçam essas verdades!

via: magazinept