Aprenda a limpar e restaurar sua energia vital

8 passos simples para limpar e restaurar sua energia vital

Tudo começou em um jantar. “Fiz um comentário crítico sobre alguém que acreditava ter me ofendido”, diz Jakki Smith-Leonardini, “e alguém que eu acabara de conhecer virou-se para mim e disse: ‘Como você ficou tão duro? Quem é você? ‘”Foi nesse momento que o caminho de Smith-Leonardini para se tornar um curandeiro de energia começou.

Em vez de dizer ao estranho para sumir, ela foi para casa e deixou suas paredes dobrarem para dentro. Ela deu uma olhada em si mesma.

Anos de competitividade, inseguranças acumuladas e desempenho para aceitação a haviam esgotado.

Enquanto ela trabalhava para consertar essas feridas, um estranho efeito colateral emergiu: sua intuição se aguçou e ela sentiu o formigamento de uma nova habilidade: a clarividência. Foi o início de uma jornada espiritual de dez anos.

Hoje, Smith-Leonardini nos ajuda (e muitos outros) a descobrir como podemos desenvolver nossa própria clareza intuitiva.

Ela hospeda uma série de Workshops WellSoul com seu parceiro de ensino, o psicoterapeuta Kasey Crown.

Nos retiros, eles conduzem grupos por meio de ferramentas cognitivas e de cura energética baseadas na atenção plena.

Nós fomos – e amamos. E ainda… o mistério do trabalho com energia é confuso. Mas, como muitos curandeiros são rápidos em apontar, sua eficácia não depende da crença.

O que significa que não custa nada tentar o que Smith-Leonardini chama de “energia em movimento” – uma meditação para limpar os bloqueios de nossos chakras e nos aterrar no presente.

Seu jogo final é levar seus clientes a um lugar onde eles se tornem seus próprios curadores.

Como funciona a energia

por Jakki Smith-Leonardini

Tudo é feito de energia e tem sua vibração única, incluindo você. Tudo está em constante estado de recepção e irradiação de energia.

A frequência desta energia cai em um espectro da luz à escuridão. A energia da luz é infinita, sem esforço e enraizada no amor.

A energia escura ou sombria é densa e enraizada no medo. Como um ser eletromagnético, você atrai experiências e relacionamentos que correspondem à sua frequência.

Como você sabe em que frequência está vibrando? Você pode sentir essa energia vendo cores ou ouvindo sons – ou pode apenas saber disso.

Se você parar antes de pensar, falar ou agir, geralmente pode sentir se está sendo estimulado pela dúvida, insegurança, controle ou pela necessidade de ser perfeito ou se está vindo de um lugar de verdade, criatividade, amor.

As frequências de sombra bloqueiam nossa evolução para a luz, mas também são nossa porta de entrada para ela.

Recomendamos:  Poucas coisas merecem o desgaste psicológico, não é fácil entender isso

Cada vez que enfrentamos um desafio difícil, conflito ou decisão, estamos na presença de uma energia vibracional densa.

Nesses momentos, podemos escolher como queremos responder. Podemos ir em direção à luz tentando aprender com o desafio, transmutando essa energia densa em energia de vibração mais elevada. Ou podemos permanecer presos por nossa dor.

O objetivo do trabalho energético – na verdade, de qualquer trabalho espiritual – é alinhar você com a sabedoria de sua alma individual e conectá-lo com o divino, Deus ou o ser supremo, dependendo de como você se refere à fonte de energia presente ao redor e entre nós.

Uma maneira eficaz de trabalhar com energia – e minha favorita – é “fazer a energia correr” pelos chakras.

De acordo com a antiga sabedoria indiana e as primeiras formas de medicina energética, os chakras são centros de energia localizados no corpo sutil ou energético.

Cada chakra representa um aspecto da experiência humana e inclui o lado da sombra e da luz.

Quando os chakras estão desequilibrados, a dor bloqueia o fluxo de energia através do sistema de chakras e corremos o risco de prender a dor em áreas do corpo que podem se manifestar como estresse físico e emocional.

Em outras palavras, quando estamos paralisados ​​emocionalmente, a energia fica confinada e não pode circular ou seguir seu curso.

Este exercício traz a mente, o corpo e as emoções em sintonia com a alma, restaurando o equilíbrio dentro do sistema.

Limpar a energia densa e conectar-se com a fonte de energia aguça nossa intuição e clareza para que possamos usar nosso próprio guia interno para responder a perguntas importantes.

O cultivo dessas ferramentas nos ajuda a navegar pela vida e pelos relacionamentos com maior facilidade e graça. Você vive sua vida por meio da voz de sua alma.

A prática de correr energia

Por mais que precisemos nos exercitar regularmente para ver os benefícios, o fluxo de energia é algo que todos nos beneficiaríamos se incorporássemos à nossa prática espiritual diária.

Comece com pequenas doses. Reserve cinco ou dez minutos para aterrar, correr e limpar sua energia duas vezes ao dia.

Conforme sua prática se desenvolve e os benefícios de maior vitalidade, clareza e foco surgem, você pode decidir aumentar seu comprometimento.

Não precisamos de uma sala silenciosa ou espaço tranquilo para fazer circular a energia.

Isso pode ser feito a qualquer momento – em uma reunião, no trem, na fila do mercado e até mesmo durante uma conversa acalorada.

Se você não consegue sentir nada no início, tudo bem. Continue. Peça que a energia entre e confie que ela está aí.

Recomendamos:  A maior saudade que vamos sentir é da nossa Mãe

A prática faz progresso e quanto mais você fizer isso, mais cedo perceberá os benefícios.

Dica: Grave a prática a seguir em seu telefone e jogue-a quando precisar de uma limpeza rápida ou de um aumento de energia.

Fique de castigo

Raramente estamos presentes. As atividades e os estressores do dia a dia nos fazem ruminar o passado ou tropeçar no futuro.

A prática de obter aterramento é o processo de nos trazermos para o momento presente.

A presença é a porta de entrada para a cura e o primeiro passo necessário para harmonizar a mente, o corpo, as emoções e o espírito.

Etapa 1 – estabeleça um cabo de ancoragem a partir do primeiro chakra.

Sente-se ereto com as pernas e os braços descruzados. Coloque os pés firmemente no chão.

Visualize um cordão ou feixe de luz viajando de seu primeiro chakra – localizado na base do cóccix – diretamente para o centro da Terra.

Etapa 2 – abra seu sétimo chakra.

Visualize um feixe de luz viajando do sétimo chakra – no topo da sua cabeça – diretamente para cima, conectando-se com a energia divina ou cósmica.

Passo 3 – chame seu espírito de casa.

Repita seu nome completo em voz alta três vezes. Seu nome é exclusivo para você. Ao repetir o seu nome, você se chama ao momento presente.

Etapa 4 – estabeleça os cabos de ligação à terra a partir dos chakras dos pés.

Desperte os chakras da planta dos pés. Com os pés ainda firmemente plantados, visualize raios de luz viajando de seu centro até o centro da Terra.

Etapa 5 – execute a energia terrestre.

Agora que você estabeleceu os cordões do primeiro chakra e os chakras dos pés, junto com um cordão cósmico do sétimo, está pronto para puxar a energia terrestre para cima.

A energia da terra é verde-floresta. Chame essa energia do centro da terra e permita que ela viaje para os pés, suba pelas pernas e tronco, e saia pelo topo da cabeça, preenchendo as camadas externas do corpo energético até a borda da aura.

A aura são as camadas de energia que circundam o corpo físico com uma extensão que atinge nossos braços.

Uma vez que o corpo e a aura se encham com essa energia terrestre, permita que ela desça pelo cordão de aterramento do primeiro chakra até o centro da Terra.

Passo 6 – execute o perdão.

A energia do perdão, também conhecida como energia da força de Cristo, é uma cor dourada translúcida com um matiz azul.

Recomendamos:  Use o Boldo para reduzir o colesterol e melhorar a digestão

Assim como fez com a energia da terra, puxe a energia do perdão pelos pés, pernas e tronco. Deixe que flua para fora do sétimo, enchendo a aura.

À medida que viaja, afasta a energia que não serve ao nosso bem mais elevado e melhor, abrindo espaço para o nosso espírito.

Depois de preencher o corpo e a aura, mais uma vez deixe a energia ser liberada pelo cordão de ancoragem até o centro da Terra. Repita esta etapa quatro vezes.

Agora: você está com os pés no chão e pronto para o que vem por aí.

Use sua energia

Uma vez que você esteja aterrado, você pode puxar energia através de seus chakras, limpando-os fazendo loops e removendo bloqueios.

Você sabe melhor do que ninguém do que você precisa. Traga essa energia de cura e permita que ela flua através de sua mente, corpo, espírito e emoções para que você tenha a vitalidade necessária para irradiar essa mesma energia de alta vibração para fora.

Etapa 7 – execute as energias cósmicas.

As energias de ancoragem viajam do centro da Terra para cima para nos preencher e lavar o cordão de ancoragem.

Em contraste, as energias cósmicas entram pelo sétimo chakra no topo da cabeça e viajam para baixo através dos chakras.

Eles entram no cabo de ancoragem e terminam sua jornada no centro da terra. Eu recomendo executar essas energias quatro vezes cada e imaginar as cores correndo pelo seu corpo enquanto você faz.

Energia de desprogramação: uma cor azul royal profundo que lava as energias vibracionais densas de nosso sistema.

Energia da clareza: uma cor neon-elétrica-azul que aumenta a clareza e expande o conhecimento.

Energia de cura: uma cor verde que cura feridas.

Energia de amor e verdade: uma cor dourada que nos revitaliza com a luz, lembrando-nos de quem realmente somos.

Etapa 8 – substitua o cabo de aterramento.

Um passo final importante no processo de cura energética é substituir o seu antigo cabo de ancoragem por um novo, realinhando e ancorando você no tempo presente.

Deixe toda a energia residual correr através de você e libere-a pelo cordão existente.

Em seguida, remova esse cordão imaginando uma rosa enraizada na terra através de seu caule.

A rosa simboliza o perdão e transmuta a energia densa em luz. Coloque seu velho cordão de ancoragem no centro dessa rosa e deixe-o explodir sobre um vasto oceano, enviando as pétalas de rosa para serem enxaguadas e renovadas.

Siga as etapas de um a quatro e pronto – presente e em harmonia.

Via: goop



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *