InícioAnimaisApós bater contra "cachorro" com o seu carro homem tenta ajudar e...

Após bater contra “cachorro” com o seu carro homem tenta ajudar e se surpreende

Publicidade

Eli Boroditsky estava dirigindo para seu trabalho de turno da noite na semana passada em uma estrada rural estreita em Manitoba, Canadá, quando seu carro bateu no que ele pensou ser um cachorro cruzando a estrada escura.

Depois de atropelar o animal, o animal voou para uma vala caindo de ombro. O homem estacionou e usou uma pequena lanterna para dar uma olhada.

“Achei que fosse um pastor alemão ou um husky”, disse ele à parceira de notícias da CNN, CBC. “Não achei que fosse um animal selvagem.”

Boroditsky disse que estava relutante em deixá-lo no acostamento.

“É incrível como ele era dócil. Eu estava acariciando-o”, disse ele.

Então, para protegê-lo de predadores noturnos, ele pegou o animal e o colocou no seu carro Hyundai.

Boroditsky dirigiu uma última milha ou mais para seu turno das 10 na fábrica de queijo Bothwell em New Bothwell, Manitoba, ao sul de Winnipeg. Mas um colega de trabalho saiu para olhar o animal e lhe trouxe uma grande surpresa.

Esse “cachorro”, disse o colega de trabalho, era na verdade um coiote.

Continue a ler após a publicidade.

O coiote está se recuperando em um centro de reabilitação de animais

Não ficou imediatamente óbvio que era um animal selvagem. O coiote pesava cerca de 13 quilos e parecia manso, embora estivesse ferido.

Mas os colegas de trabalho de Boroditsky, que tinham mais experiência com animais, disseram que parecia ser uma jovem coiote.

Recomendamos:  "Freira" avistada dançando com esqueleto próximo ao cemitério

Era terça-feira à noite e Boroditsky começou a pesquisar onde poderia levar o coiote para atendimento. Mas disseram-lhe que teria de esperar até de manhã para que alguém do manejo de animais viesse buscá-la.

Nas 11 horas seguintes, o coiote nem mesmo defecou ou urinou enquanto passava a noite no relativo calor do carro de Boroditsky.

Uma de suas colegas de trabalho, Aviva Cohen, disse à CNN que ela chegou para trabalhar às 6 da manhã, mas embora o turno de Boroditsky tivesse acabado, ele não poderia dirigir para casa. Ele ainda tinha um animal selvagem no banco de trás.

Cohen mandou uma mensagem de texto para um número de telefone celular de um centro de reabilitação de animais selvagens nas proximidades, e um oficial de conservação conseguiu chegar pouco antes das 9h.

Zoé Nakata, diretora executiva do Centro de Reabilitação de Wildlife Haven, disse à CNN que o coiote agora está se recuperando bem em suas instalações. Ela disse que o coiote tem entre 1 e 3 anos e “está ficando mais forte a cada dia”.

Nakata notou que o animal sofreu traumatismo craniano na colisão, junto com arranhões no rosto e na perna.

Mas ela disse que espera que o coiote se recupere totalmente e esteja pronto para ser solto de volta à natureza em algumas semanas.

Ela alertou as pessoas para terem cuidado se virem animais de grande porte que estão feridos, porque depois de recobrar a consciência, eles podem atacar. Ela recomendou que as pessoas ligassem para um centro de reabilitação ou para o ramo de manejo da vida selvagem local.

Recomendamos:  Evite comer sopas instantâneas ou macarrão se quer preservar a saúde

“A segurança das pessoas é a prioridade número 1”, disse Nakata.

Publicidade

Se você gostou desse artigo, clique aqui e descubra mais histórias curiosas e interessantes. via: CNN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais vistos