InícioAnimaisAs 5 espécies que governarão a Terra após a humanidade

As 5 espécies que governarão a Terra após a humanidade

Publicidade

Há algum tempo já escrevemos sobre quem irá teoricamente ocupar nosso lugar na Terra quando a humanidade finalmente terminar de brincar com a corrida armamentista e a poluição do planeta e se autodestruir.

Decidimos continuar neste tópico, pois ainda existem muitas criaturas que já estão esfregando suas patas ou asas, esperando o momento em que possam se tornar a principal coisa neste planeta.

1) Guaxinins


Os guaxinins são criaturas engraçadas, hábeis e astutas. Eles também são candidatos ao posto de principal organismo deste planeta depois dos humanos (a menos, é claro, que os golfinhos criem pernas e inventem espingardas).

Por exemplo, um experimento determinou a eficácia com que crianças, cães e guaxinins de cinco anos resolveriam o mesmo problema. A tarefa consistia em repetir ou prever o acendimento de uma lâmpada, para a qual era necessário aprender o ciclo do sistema e apertar o botão certo.

Assim, embora os cães demorassem cerca de cinco minutos para completar esta tarefa, as crianças e os guaxinins demoravam cerca de 25 segundos. Os guaxinins têm uma boa memória tátil.

Em estudos, os cientistas descobriram que os guaxinins podem identificar objetos em suas patas apontando para o mesmo objeto localizado na mesa.

Além disso, os guaxinins podem reter as habilidades aprendidas por um ano. Então, se você criar esta criatura, não a ensine a usar armas e física nuclear, ou em vez de bombas Skynet serão lançadas sobre nós por guaxinins bonitos que assumiram o centro de comunicações das forças de mísseis.

2) Golfinhos


Os golfinhos são considerados a segunda espécie mais inteligente do planeta, depois dos humanos.

Um estudo de 2004 descobriu que golfinhos e botos têm uma proporção de peso entre o cérebro e o corpo que, embora menor do que a dos humanos modernos, é maior do que a de qualquer outro mamífero.

Recomendamos:  Policiais são chamados para prender mulher por furto em mercearia, mas algo extraordinário acontece

E enquanto nos humanos essa proporção é de sete e meia, nos golfinhos pode chegar a cinco. Então, da próxima vez que você estiver em um delfinário, pense se aquela criatura fofa que agita suas nadadeiras quer pegar um rifle e começar uma última guerra pela humanidade.

Se o gelo derreter e os continentes ficarem parcialmente submersos, os humanos começarão a lutar por pedaços de terra enquanto os golfinhos aumentam sua inteligência e esperam seu melhor momento.

Aliás, junto com os humanos e os macacos, os golfinhos são uma das poucas espécies que fazem sexo não apenas por causa da reprodução, mas também por prazer.

3) Corvos


Corvos e outras aves da família dos corvos são criaturas bastante inteligentes e astutas. Se você pegar corvos, eles têm a habilidade da paciência e não se precipitam sobre a presa por instinto.

Eles podem esperar vários minutos pelas condições mais favoráveis ​​e, nesse parâmetro, os corvos são semelhantes aos primatas.

Além disso, os corvos têm gestos com os quais se comunicam literalmente uns com os outros. Não é incomum os corvos pegarem um objeto e mostrá-lo a outro pássaro.

Desse modo, eles primeiro chamam a atenção para o objeto e depois para si mesmos, o que é semelhante às ações de crianças pequenas e, novamente, indica uma inteligência suficientemente grande. Além de gestos, eles podem imitar a fala humana.

Em condições de laboratório, os pesquisadores descobriram que os corvos podem entortar os fios para tirar guloseimas dos contêineres e abrir as fechaduras. Na natureza, os corvos cortam as folhas nas formas certas para realizar várias tarefas.

Você pensaria que os corvos seriam os candidatos ideais (depois dos macacos e dos golfinhos) para o papel dos futuros governantes da Terra, mas eles têm falhas. Eles não têm os dedos ágeis que os humanos e os macacos têm, e não têm um esqueleto forte.

Mas a evolução não pára. Quem sabe, talvez em dezenas de milhares de anos, os corvos irão desenvolver a inteligência e as habilidades motoras de suas patas o suficiente para evoluir para criaturas completamente diferentes.

Não se esqueça de que os humanos também descendem de pequenos mamíferos que se escondiam em tocas de dinossauros.

4) Baratas


Só porque eles não estão em seu novo prédio não significa nada. As baratas não foram a lugar nenhum – elas apenas escolheram um ambiente mais agradável para elas.

Embora as baratas não tenham nem uma fração da inteligência dos mesmos corvos, seu nome sempre foi sinônimo de sobrevivência em qualquer situação.

Elas existiam antes mesmo dos dinossauros, sobreviveram a várias ondas de extinção em massa e nem perceberão que essas criaturas de duas pernas, que vestem coisas e vivem em caixas por algum motivo, vão desaparecer de seus radares.

Existem mais de 4.500 variedades de baratas, e bilhões de dólares são gastos anualmente para exterminá-las. Mas, apesar dos esforços da humanidade para controlá-los, as baratas estão bem.

Uma barata fêmea pode produzir mais de 300 indivíduos (queremos dizer aqueles que podem crescer). E eles também têm uma característica interessante – um sistema nervoso distribuído.

Se você cortar a cabeça de qualquer mamífero, ele morrerá imediatamente, porque o corpo não pode viver sem um cérebro. Corte a cabeça de uma barata e ela viverá mais uma semana ou mais, morrendo de fome.

Recomendamos:  Onde a ética e a espiritualidade estão em risco

Mas você pode ficar tranquilo: a inteligência da barata é tão fraca que ela vive puramente por instinto. E eles têm apenas três necessidades: comer, cagar e se reproduzir.

E como eles gostam muito deste último, quando os humanos desaparecerem e ninguém lutar contra esses insetos, eles irão dominar o planeta inteiro rapidamente.

5) Ursos


O que você não espera dos ursos é seu futuro papel como governantes do mundo. Por baixo do corpo gordo e desajeitado, esconde-se não apenas um enorme poder, mas também uma grande inteligência.

Seu nível de inteligência já é demonstrado pelo fato de que os ursos podem não apenas contornar as armadilhas humanas, mas também desarmá-los jogando paus ou pedras neles.

E se os humanos desaparecerem do planeta, os ursos terão mais áreas de caça e oportunidades de se reproduzir e desenvolver inteligência. E dado que apenas humanos com armas podem enfrentar ursos (e nem sempre – lembre-se de Survivor), se eles forem deixados sem sua única ameaça, os ursos começarão a se expandir imediatamente.

Os ursos não são apenas inteligentes, mas também animais astutos: eles podem se esconder e fazer várias manobras enganosas. Os ursos também são incrivelmente rápidos e podem atingir velocidades de até 55 quilômetros por hora em curtas distâncias.

A humanidade é salva do extermínio em massa apenas pelo fato de que os ursos são muito preguiçosos, e eles simplesmente não querem deixar suas florestas aconchegantes, pegar gravetos em suas patas e destruir tudo ao seu redor.

Publicidade

Se você gostou dessa matéria, visite a nossa home e divirta-se muito mais. via: megaharbor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais vistos