InícioAnimaisCão esperou seu falecido mestre em um banco até que seu corpo...

Cão esperou seu falecido mestre em um banco até que seu corpo fosse levado, ele não se separou dele

Publicidade

O homem, cuja identidade não foi revelada, vivia nas ruas e seu único companheiro era seu cachorrinho. Um médico do hospital, responsável pelo local, decidiu adotar o cachorro.

Os cães sempre foram um exemplo de lealdade e companheirismo, tanto nos bons quanto nos maus momentos. E é que, embora o mundo esteja acabando, os filhotes estarão lá com seus donos, sendo uma companhia inseparável.

Mas há histórias que vão fundo e levam essa companhia a outro nível. Por exemplo, o que aconteceu em Río Piedras, Porto Rico, onde um filhote acompanhava seu dono mesmo depois de já falecido.

Segundo informações do El Nuevo Día, um homem cuja identidade ainda não foi revelada morreu deitado em um banco em frente ao pronto-socorro do centro médico da cidade.

Um dos médicos da instituição, chamado Carlos Gómez, explicou que os funcionários do hospital perceberam que havia um homem inconsciente em uma das bancadas. Quando foram tirar os sinais vitais, perceberam que ele havia morrido de causas naturais.

No entanto, o homem estava acompanhado de um cachorrinho que havia sido seu companheiro em vida. O cachorro permaneceu ali no banco, enquanto os paramédicos tentavam reanimá-lo.

“Ele observava cada movimento da equipe (…) Quando levaram o corpo, ele estava com aquela cara de triste que partiu meu coração. Foi uma cena muito triste”, disse o especialista.

Continue a ler após a publicidade.

Aparentemente o cachorrinho sentiu que algo ruim estava acontecendo, já que ele estava esperando seu dono no banco depois que eles o levaram embora. “Comecei a assistir toda a cena e o pobre cachorrinho estava indo e voltando e fui dar um pouco de amor a ele. A verdade é que a cara de sofrimento e tristeza que ele tinha era uma coisa incrível”, acrescentou o médico.

Depois que os médicos retiraram o corpo sem vida do homem, o filhote subiu em cima dele e ficou lá por horas.

Recomendamos:  Motorista ignora avisos para não estacionar na praia, sua van acaba flutuando no mar

A notícia chegou aos ouvidos de outro médico, de nome José Antonio Herrera Dalmau, que, sabendo que esse sujeito era o único que cuidava do filhote, tomou uma decisão: adotou o cachorro e o levou para casa.

“Já marquei uma consulta com o veterinário porque ele está com a perna do meio lesionada. Ele não tem uma fratura, mas tem uma lesão”, explicou o médico.

Ele o batizou com o nome de Leo e o recebeu em sua casa onde, segundo ele, ainda está esperando que seu antigo dono venha buscá-lo, algo que obviamente não acontecerá. “É amor de cachorro”, encerrou o médico.

Publicidade

Via: Mundo Sorprendente

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais vistos