Instituto Francês de Investigação Médica (Inserm) publicou um comunicado onde diz que foram iniciados quatro tratamentos experimentais contra o coronavírus, em pelo menos sete países europeus, que incluirão um total de 3.200 pacientes.

Estes quatro tratamentos serão com os antivirais remdesivir e lopinavir (numa combinação com ritonavir), sendo que este último pode ser associado ou não ao interferon beta, e com hipoxicloroquina.

Os antivirais serão aplicados em pacientes da França, Bélgica, Holanda, Reino Unido, Luxemburgo, Alemanha e Espanha.

Jérôme Salomón disse à imprensa que “é muito importante fazer isto rapidamente e nestas condições”. O diretor geral de Saúde em França acrescenta que “um dos teste consiste em aplicar em pacientes em tratamento hospitalar sob vigilância estrita estas substâncias de forma a provar a sua eficácia”.

O teste foi batizado de Discovery e inclui, entre outras substâncias, a cloroxicloroquina, segundo Jérôme Salomón. Também outro teste clínico internacional será lançado com o nome de Solidarity (Solidariedade), como informou o Inserm.

Existem no mundo cerca de 340.843 casos do novo coronavírus. Foram cerca de 14.582 mortes. Portugal, segundo os dados divulgados ontem, com 1600 casos, dos quais resultaram 14 mortes.