Dicas para prevenir e evitar estrias durante a gravidez

Mulheres grávidas são lindas. Saliências, caroços, espinhas hormonais e tudo. É um momento milagroso e o corpo de uma mulher está fazendo uma coisa incrível, crescendo a vida. No entanto, com esse crescimento pode vir a chegada muitas vezes inevitável das estrias.

Algumas pessoas as evitam (parabéns por ganhar o pool de genes raros!) E algumas pessoas obtêm mais do que estão a espera. A boa notícia é que há coisas que você pode fazer durante a gravidez para ter mais chance de evitá-las ou, pelo menos, minimizar sua gravidade.

Estima-se que entre 75% e 90% das mulheres desenvolvam estrias durante a gravidez. Então, o que são estrias e o que as causa?

Durante a gravidez, as estrias ocorrem à medida que a pele cresce rapidamente para acomodar o feto e os depósitos de gordura extras em todo o corpo. A “marca” é, na verdade, criada na camada intermediária (derme) da pele, pois é esticada continuamente por um período de tempo relativamente curto.

A tensão contínua do alongamento pode fazer com que as fibras do tecido se rompam, e essa ruptura é visível na camada superior da pele (a epiderme). Essencialmente, o alongamento durante a gravidez pode causar pequenas lacerações na pele. Essas pequenas lágrimas acabam formando cicatrizes ou “estrias”.


Aqui estão algumas dicas para prevenir e tratar estrias



1) Mantenha-se hidratada
Durante a gravidez, seu corpo tem uma maior demanda por hidratação. Beber quantidades adequadas de água ajuda a manter a pele hidratada e macia para garantir a elasticidade ideal da pele.

Recomenda-se que você beba 8 copos de água purificada por dia. Beba mais se estiver vomitando devido a enjoos matinais ou se estiver suando muito.

Fale com a sua parteira ou médico de família sobre o que é melhor para você. Preste atenção em como você está se sentindo. Lábios secos ou garganta seca são um sinal claro de desidratação.

Recomendamos:  Como acabar com a sonolência após as refeições

A pele bem hidratada é mais flexível e menos sujeita a estrias. Elimine bebidas que contribuem para a desidratação, como café e chá-preto.

2) Faça uma dieta rica em nutrientes
Estrias são mais prováveis ​​de ocorrer se você não tiver nutrição em certas áreas. Obviamente, é essencial ter uma dieta saudável durante a gravidez, mas vale a pena estar ciente de incluir alimentos que também ajudem especificamente a melhorar a saúde da pele.

Certifique-se de que sua dieta inclui alimentos ricos em:

Vitamina A (cenoura, batata-doce, damasco, espinafre, couve).

A vitamina A protege a saúde da pele enquanto estimula a formação de novas células da pele. Não é seguro tomar suplementos de vitamina A, durante a gravidez, portanto, essa vitamina deve ser obtida naturalmente na dieta.

Vitamina C (laranja, kiwi, tomate, pimentão, limão, brócolis, morango, couve, ervilha, espinafre).

A vitamina C é um nutriente necessário para o desenvolvimento do colágeno. O colágeno desempenha um papel crucial em manter a pele forte e elástica. Embora seja conhecido por ajudar a reduzir o aparecimento de rugas, também é considerado importante na prevenção de estrias.

Vitamina D (gema de ovo, cogumelos, atum, salmão).

A vitamina D ajuda a aumentar a elasticidade da pele, o que por sua vez pode ajudar a reduzir as estrias e cicatrizes. A vitamina D desempenha um papel importante na interrupção da atrofia epidérmica (quebra das fibras do tecido) que ocorre na pele devido ao estiramento excessivo ou ao crescimento rápido.

Vitamina E (sementes de girassol, amêndoas, gérmen de trigo, avelãs, abacate, castanha do Brasil, pimenta vermelha, abóbora).

Recomendamos:  Aprenda cuidar do seu corpo e mente a cada período do seu ciclo menstrual

A vitamina E é essencial para uma pele saudável, bem como para a reparação da pele danificada. 

Zinco (sementes de abóbora, sementes de girassol, grão-de-bico, gema de ovo, cogumelos, legumes, carne, sementes, nozes, grãos inteiros).

O zinco é um nutriente importante para a saúde da pele. Ajuda a reduzir a inflamação e desempenha um papel importante no processo de cicatrização de feridas.

Gorduras saudáveis (óleos ômega 3 e 6, azeite, salmão, sementes de linho, arenque, óleo de coco).

Um aumento no consumo de gorduras saudáveis ​​e ácidos graxos essenciais é vital para uma pele saudável. Eles melhoram a resistência, hidratação e elasticidade da pele.

Colágeno (de caldo de osso orgânico de animal).

O colágeno é um dos principais componentes da pele. Ajuda a fortalecer a cartilagem, os vasos sanguíneos e o tecido conjuntivo, ao mesmo tempo que fornece a flexibilidade e a resiliência de que a pele precisa para resistir ao alongamento.

Como o colágeno ocorre naturalmente no tecido conjuntivo dos animais, o caldo de osso é uma das melhores fontes alimentares de colágeno na dieta.

Ossos de animais orgânicos alimentados com capim são a melhor escolha, especialmente durante a gravidez, uma vez que não contêm antibióticos e hormônios.

3) Hidrate com produtos de qualidade
Muitas mulheres juram hidratar de manhã e à noite para ajudar a manter a hidratação da pele. A pele hidratada fica mais flexível, aumentando seu potencial de alongamento.

Às vezes, a hidratação por si só é suficiente para manter longe as estrias, mas os hidratantes só funcionam na parte externa da pele, então não se esqueça de tomar medidas extras para melhorar a elasticidade por meio da dieta também.

Recomendamos:  7 óleos essenciais para cabelo e seus benefícios

Ao procurar um creme para estrias, procure algo que contenha ingredientes naturais à base de plantas. Alguns ingredientes benéficos a serem considerados incluem:

Manteiga de cacau e manteiga de karité: muitas pessoas preferem quando pensam em cremes para estrias… e por um bom motivo! As manteigas de cacau e carité proporcionam excelente hidratação para a pele, ao mesmo tempo que suavizam e tonificam a pele.

Óleo de amêndoa: outro óleo hidratante rico em vitamina E, ácidos graxos ômega-3 e antioxidantes.

Vitamina E: a vitamina E é um poderoso antioxidante e apoia o crescimento de novas células da pele.

Luteína: a luteína é um antioxidante natural que pode ajudar a melhorar a hidratação da pele, ao mesmo tempo que ajuda a esticar a pele.

Óleo de Argan: rico em ácidos graxos essenciais e vitamina E. O óleo de Argan pode ajudar a suavizar e condicionar a pele, ao mesmo tempo que ajuda a reduzir a aparência de cicatrizes da pele esticada.

Óleo de coco: o óleo de coco é rico em ácidos graxos e ajuda a manter uma pele saudável e flexível. O óleo de coco também pode ajudar a promover a cicatrização da pele.

Se você desenvolver estrias durante a gravidez, pode ficar aliviada em saber que elas irão desaparecer um pouco. Com o tempo, a cor vermelha ou rosa amadurece em uma cor prata pálida, ou branca.

Acima de tudo, é importante lembrar que as estrias são muito comuns e completamente normais. Não se esqueça de amar a pele em que está, estrias e tudo. Afinal, seu corpo é milagroso.

Durante a gravidez, consulte sempre o seu médico de família ou parteira antes de fazer qualquer alteração na sua dieta atual, ou regime de suplementos.

Via: familyhealthdiary



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *