InícioAnimaisÉ por isso que você nunca deve deixar seu cachorro lamber seu...

É por isso que você nunca deve deixar seu cachorro lamber seu rosto

Publicidade

Qualquer pessoa que tenha um cachorro sabe que ele é mais do que um animal de estimação – ele faz parte da família. E, pensando nisso, é fácil perceber como esse amor pode levar ao afeto físico, que inclui abraços, tapinhas e lamber nosso rosto. Mas, isso poderia ser um grande erro?

A boca dos cães é um viveiro de bactérias e contém várias cepas potencialmente prejudiciais. Receber uma lambida no rosto não é apenas molhado e desleixado, mas pode ser extremamente perigoso, de acordo com especialistas.

Quando você pensa sobre o fato de que nossos amigos peludos são propensos a farejar o lixo e as costas de seus companheiros cães, não é difícil ver de onde vem a bactéria.

John Oxford, professor de virologia e bacteriologia da Queen Mary University em Londres, disse ao Mirror: “Não é apenas o que é carregado na saliva. Os cães passam metade da vida com o nariz em cantos nojentos ou pairando sobre excrementos de cachorro e os focinhos estão cheios de bactérias, vírus e germes de todos os tipos.”

Perturbadoramente, existem muitas doenças potenciais que podem ser contraídas ao deixar seu cão lamber seu rosto, aqui estão alguns exemplos:

1) Sepse

Um organismo encontrado na boca de cães, chamado Capnocytophaga Canimorsus, causa uma infecção grave por sepse. Os sintomas iniciais desta doença incluem febre, calafrios, suores e fadiga.

Continue a ler após a publicidade.

2) Micose

Esta doença desagradável é uma das mais fáceis de serem transferidas da saliva do seu cão. Micose é uma infecção fúngica comum que pode causar erupção cutânea em forma de anel prateado ou vermelho.

Recomendamos:  6 truques que você pode usar quando estiver mentalmente exausta

3) SARM

Os cães também podem ser portadores de SARM. Eles podem não ser afetados por eles próprios, mas podem ser transferidos por uma lambida.

O SARM é um tipo de bactéria resistente a vários antibióticos amplamente usados, o que significa que as infecções por SARM podem ser mais difíceis de tratar do que outras infecções bacterianas.

Segundo o NHS, os sintomas iniciais se a infecção se aprofundar no corpo incluem vermelhidão, inchaço, dor, pus e calor.

4) Staphylococcus aureus

É semelhante ao SARM, mas é mais resistente ao tratamento.

Outro ponto a ser observado é que as crianças correm mais risco de serem infectadas pela lambida de um cachorro. Assim como aqueles com sistema imunológico fraco.

Portanto, por mais que você ame seu cão, é aconselhável manter o carinho com um abraço adorável e um tapinha, mantendo-se longe dessa língua.

Publicidade

Se você gostou desse artigo, entre aqui e encontre mais dicas e curiosidades. via: Countryliving

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais vistos