InícioCuriosidadesEle é considerado o cara mais azarado do mundo após ser mordido...

Ele é considerado o cara mais azarado do mundo após ser mordido por cobra, urso e tubarão

Publicidade

O que urso, tubarão e cascavel têm em comum? Cada um deles cravou os dentes em Dylan McWilliams, do Colorado. Continue lendo para saber como ele fez seu nome por ser o cara mais azarado do mundo.

Dylan McWilliams, 20, de Grand Junction, Colorado, nunca imaginou que seria mordido por três animais selvagens e perigosos em menos de quatro anos. Um especialista em sobrevivência e amante da natureza, McWilliams passa muito tempo ao ar livre – e perto da vida selvagem local.

Em uma viagem a Utah em 2015, McWilliams foi mordido por uma cascavel enquanto caminhava para fora de um desfiladeiro. Felizmente, não havia muito veneno na mordida e McWilliams ficou doente por apenas alguns dias.

Continue a ler após a publicidade.

Ainda assim, isso é muito azar: a probabilidade de ser mordido por uma cobra mortal nos Estados Unidos é de 1 em 37.500. Na época, McWilliams não tinha ideia de quanto pior sua sorte poderia ser.

Em julho de 2017, enquanto fazia uma viagem de mochila pelos Estados Unidos e Canadá, McWilliams acordou em um acampamento no Colorado e encontrou sua cabeça dentro das mandíbulas de um urso preto.

Ele escapou do urso socando-o e cutucando-o no olho. O urso foi mais tarde capturado e abatido; foi identificado pelo sangue encontrado sob suas garras.

Continue a ler após a publicidade.

Foram necessários nove grampos para consertar o ferimento aberto na cabeça de McWilliams. De acordo com um artigo da National Geographic, a probabilidade de ser atacado por um urso é de uma em 2,1 milhões.

Recomendamos:  Dormir muito no fim de semana previne diabetes, pressão alta e doença cardíaca

Então, em abril de 2018, McWilliams estava praticando bodyboard em Kauai, HI, quando foi mordido pelo que os especialistas acreditam ser um tubarão-tigre, com base nas marcas de dentes em sua perna.

“Eu vi o tubarão embaixo de mim. Comecei a chutar – sei que acertei pelo menos uma vez – e nadei para a praia o mais rápido que pude”, disse McWilliams à BBC. Ele recebeu sete pontos para reparar os cortes.

As chances de ser mordido por um tubarão são de uma em 11,5 milhões; dadas as probabilidades de todos os três ataques, McWilliams pode ser uma das pessoas mais infelizes do mundo. 

Apesar de sua incrível má sorte, McWilliams não tem planos de mudar seu estilo de vida. “Ainda faço caminhadas, pego cascavéis e ainda nadarei no oceano”, disse ele à BBC.

Foto: Cortesia Dylan McWilliams

Publicidade

Se você gostou da matéria, visite a nossa home e descubra muito mais conteúdo interessante. via: rd

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais vistos