InícioCuriosidadesMulher adota bebê abandonado há 25 anos, quando cresceu a menina agradeceu-lhe...

Mulher adota bebê abandonado há 25 anos, quando cresceu a menina agradeceu-lhe de forma incrível

Publicidade

Em uma época em que milhares de meninas são abandonadas, essa mulher a salvou e deu a ela a melhor vida que podia.

Em 1993, uma chinesa chamada Wu, da cidade de Anquing, no leste do país asiático, estava vasculhando o lixo quando de repente viu um bebê que havia sido abandonado à própria sorte e, diante da situação, não hesitou em resgatá-la e junto com o marido decidiu adotá-la.

Este evento foi como uma dádiva de Deus para o casal, uma vez que nunca tinham tido filhos antes e, embora tivessem recursos financeiros muito limitados, fizeram todo o possível para cuidar e alimentar a bebê para que ela pudesse ser salva.

Felizmente, os esforços do casal valeram a pena e, embora continuassem com dificuldades financeiras, a bebê conseguiu crescer muito bem com o cuidado e o amor de sua nova família, até que infelizmente quando a menina completou 4 anos elas enfrentaram um momento muito doloroso já que o marido de Wu faleceu.

Apesar da tristeza, Wu continuou a se esforçar dia após dia e trabalhou duro em um mercado que vendia vegetais para garantir que sua filha não tivesse falta de comida e educação.

Dessa forma, Wu e sua filha seguiram em frente e quando a menina completou 25 anos, ela decidiu se tornar independente e se mudou para outra cidade.

Continue a ler após a publicidade.

Depois de um tempo, a jovem formou sua própria família com o marido e com muito esforço economizou dinheiro para poder comprar uma casa de dois andares para dar à mãe, como forma de demonstrar sua gratidão por todos os cuidado e dedicação incansável que teve que criá-la.

Recomendamos:  7 lugares mais incomuns e exóticos que você precisa conhecer

Em entrevista à mídia Tribun Timur, a jovem comentou que decidiu dar uma casa para a mãe porque a anterior não estava em boas condições e agora ela pode ter mais conforto em seu novo lar.

Além disso, a jovem mencionou que sua mãe ainda é trabalhadora e continua indo à floresta para cortar lenha, tem hortaliças e cria galinhas.

Por outro lado, em entrevista a Gatsuur, a jovem comentou que é muito grata à mãe porque: “Quando eu era criança, minha mãe cuidava bem de mim e agora é a hora de cuidar bem dela. . Este é o meu dever como filha.”

Além disso, a jovem relatou que, embora atualmente não morem na mesma cidade, ela ainda é muito próxima da mãe e a visita com frequência para fazer companhia.

Publicidade

Via: Nation

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais vistos