Evite esses 8 alimentos e bebidas se você tem artrite

A artrite é uma condição de saúde comum que envolve inflamação crônica nas articulações. Causa dor e danos às articulações, ossos e outras partes do corpo, dependendo do tipo.

A osteoartrite, que não é inflamatória, é a mais comum – embora existam mais de 100 tipos. Na verdade, até 40% dos homens e 47% das mulheres podem ser diagnosticados com osteoartrite durante a vida.

Continuar a ler Evite esses 8 alimentos e bebidas se você tem artrite

7 métodos naturais para aliviar a dor nos ossos e articulações

Consideramos a liberdade de movimento garantida até que ela se torne limitada. Para muitas pessoas, a causa disso vem na forma de artrite ou inflamação de uma, ou mais das articulações.

As duas formas mais comuns de artrite incluem a osteoartrite e a reumatoide – ambas afetam a articulação de maneiras diferentes. Independentemente da sua experiência, aqui estão sete métodos naturais que podem ajudar a aliviar os sintomas de dores nos ossos e nas articulações:

1. Massagem

2. Controle de peso

3. Exercício

4. Suplementos

5. Chás de ervas e tônicos

6. Banho de sal de magnésio

7. Práticas de Sono e Consciência Diária

Neste artigo, vou me aprofundar nesses sete remédios naturais diferentes e como você pode tomar medidas práticas para implementá-los em sua vida diária. Recomendo cada uma dessas sugestões a muitos de meus clientes naturopatas que sofrem de várias dores crônicas e artrite. 

1) Massagem

Nem é preciso dizer que uma boa massagem é fantástica para corpos doloridos. Como massagista há mais de 25 anos, tratei inúmeras pessoas que me procuraram com dores nos quadris, joelhos, ombros e costas.

Eles vêm me ver acreditando que seu corpo está crivado de artrite, quando na realidade eles têm músculos extremamente tensos puxando os tendões e ligamentos que prendem seus ossos – causando-lhes dor.

A massagem pode ser de relaxamento, tecido profundo, aromaterapia (usando óleos essenciais) ou Bowen – então escolha o tipo de massagem da qual você mais se beneficiará:

  • A  massagem de relaxamento é provavelmente a melhor para quem sofre de fibromialgia ou osteoporose, pois as técnicas de massagem mais profundas podem ser muito dolorosas e podem causar mais problemas.
  • A  massagem dos tecidos profundos é recomendada quando a rigidez crônica e problemas relacionados ao estresse levam a nós e restrição (magnésio é obrigatório nesses casos).
  • A  massagem de aromaterapia e o uso de  óleos essenciais são fantásticos para ajudar a aliviar a dor física e emocionalmente. Particularmente benéfico quando há estresse envolvido.
  • A terapia Bowen é particularmente boa quando o realinhamento do corpo é necessário.

2) Controle de peso

Nosso peso corporal é importante quando se trata de controlar dores nos ossos e nas articulações, pois carregar o excesso de peso aumenta a carga e aumenta o estresse em nossos corpos.

Portanto, é importante observar o que comemos, garantindo que 90% do tempo estejamos preocupados em comer alimentos bons e nutritivos que contenham:

  • Uma seleção de vegetais de folhas verdes.
  • Frutas frescas e salada.
  • Alimentos adequados com alto teor de proteína (como peixe, ovos e feijão).

Se garantirmos esses hábitos alimentares 90% das vezes, isso nos permite recompensar 10% com uma guloseima de vez em quando.

Também é importante beber quantidades adequadas de água para se manter hidratado. Existem muitas opiniões diferentes sobre a quantidade de água que você bebe todos os dias, mas geralmente recomendo definir uma meta de 2 litros por dia.

O ganho de peso também pode ser atribuído a níveis elevados de estresse, metabolismo prejudicado e níveis flutuantes de açúcar no sangue.

Portanto, certifique-se de fornecer tempo para relaxamento, coma 3-5 refeições menores por dia (em vez de 3 refeições grandes) e acrescente exercícios diários à sua rotina.

3) Exercício

Se seus músculos estiverem tensos, com nós e inflexíveis, você corre o risco de se ferir e os problemas de seus ossos e articulações podem piorar.

Por mais desagradável que possa parecer, é importante que você se levante e se exercite. Como mencionado acima, os exercícios também são importantes para controlar o peso, pois o excesso exerce mais pressão sobre as articulações.

O exercício também desempenha um papel na prevenção de estresse desnecessário nas articulações e nos ossos, fortalecendo e alongando os músculos.

Portanto, coloque seus sapatos de caminhada e comece a andar! 

A velocidade e a distância variam de pessoa para pessoa e, se caminhar não for uma opção, talvez seja preferível um passeio de bicicleta ou nado.

A natação é particularmente boa para quem tem problemas artríticos graves, pois tira a pressão das articulações que suportam o peso. 

Adicione apenas 20-30 minutos de exercício e alongamento diariamente e você começará a notar a diferença.

Se você se levantar e se movimentar diariamente, ficará mais forte, relaxará as articulações e se sentirá melhor.

4) Suplementos

Existem vários suplementos que podem ajudá-lo a aliviar as dores nos ossos e nas articulações:

  • Cápsulas de óleo de peixe – em primeiro lugar, o ácido graxo ômega-3 é uma fonte alimentar deficiente para a maioria de nós, que é de vital importância para muitos aspectos da saúde – incluindo a redução da inflamação. Condições inflamatórias crônicas, como artrite, são muito menos comuns em sociedades onde o peixe é consumido pelo menos 1 a 2 vezes ao dia. Se você não está comendo grandes quantidades de peixes de água fria, cápsulas de óleo de peixe, ou melhor ainda, líquido, são obrigatórios para ajudar a reduzir a inflamação.
  • Cúrcuma em Pó – Um poderoso anti-inflamatório e pode ser adicionado para cozinhar, smoothies ou como chá. A cúrcuma é particularmente saborosa quando adicionada às suas sopas quentes de inverno.
  • Cálcio e magnésio – esses dois suplementos são importantes para a saúde óssea.
  • Vitamina D – Essencial para a absorção de cálcio, portanto, obtenha quantidades adequadas de sol, ou se a exposição ao sol não for adequada para a sua pele, é muito importante garantir que a vitamina D adequada seja tomada na forma de suplemento. A deficiência de vitamina D também está comumente associada a muitos outros problemas de saúde, incluindo depressão e várias formas de câncer. Para determinar se você é deficiente ou não, faça um exame de sangue com seu médico.
  • Glucosamina – também pode ajudar nas dores nos ossos e nas articulações em alguns casos.

5) Chás de ervas e tônicos

Substitua seus hábitos de beber café por chás de ervas. O café agrava a inflamação, portanto, se possível, remova-o completamente de sua dieta.

Se você ainda precisa daquela dose de cafeína, o chá-verde é uma alternativa fantástica e mais saudável. O chá-verde e outros chás de ervas com cafeína também têm uma ascensão muito mais suave devido ao alto nível de antioxidantes, que retarda a absorção da cafeína.

Você pode não atingir o estado de alerta máximo tão rápido quanto quando bebe café, mas o chá o manterá em um platô de estimulação por mais tempo.

Outros chás de ervas, como açafrão e gengibre, têm propriedades anti-inflamatórias poderosas. Eles são ótimos para ajudar a reduzir o inchaço que pode causar dores nas articulações e nos ossos.

Adicione o gengibre ralado e uma colher de chá de açafrão fresco à água fervente e deixe em infusão por 10-15 minutos. Adicione um pouco de limão fresco para mais vigor ou uma pequena quantidade de mel para um pouco de doçura, tornando uma bebida saborosa.

6) Banho de sal de magnésio

Tome um banho de sal de magnésio! O sal de magnésio é rapidamente absorvido pela pele para ajudar a relaxar os músculos e a aliviar as dores nos ossos e nas articulações.

Um mineral que ocorre naturalmente, os sais de magnésio têm sido usados ​​para obter alívio da dor há anos.

Como alternativa, você pode criar seus próprios sais de banho caseiros com as instruções abaixo.

Instruções: Adicione 2 xícaras grandes de sais de magnésio a um banho quente e mergulhe o corpo de forma que seus ombros fiquem sob a água. É importante que a água esteja a uma temperatura quente o suficiente para que os poros da pele se abram para que os sais possam ser absorvidos com eficiência. Relaxe lá por 20 minutos ou mais. Para maior relaxamento e alívio da dor, você pode acender uma vela e adicionar 2 gotas de seu óleo essencial favorito ou uma mistura de óleos essenciais.

7) Práticas de sono e consciência diárias

Todos nós sabemos que um sono adequado é de vital importância para nossa saúde e bem-estar. Gerenciar sua dor não é exceção.

Procure ter um sono de boa qualidade de 7 a 9 horas por noite e lembre-se de que 2 horas antes da meia-noite é o equivalente a 4 horas depois da meia-noite. 

Garanta um colchão e travesseiros confortáveis, pois é importante protegermos nossos ossos e articulações durante a noite.

Passamos muito tempo dormindo, por isso precisamos estar confortáveis ​​e relaxados.

Via: zea

9 ervas que ajudam a combater a dor da artrite

Existem diferentes tipos de artrite, mas todos podem causar dor. Alguns remédios naturais podem ajudá-lo a controlar os sintomas leves, principalmente se você os usar junto com outras opções de tratamento.

Certas ervas podem ter propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar com artrite reumatoide (AR) ou osteoartrite (OA).

Ainda assim, faltam evidências científicas para apoiar o uso de muitas dessas opções, e algumas podem ter efeitos negativos.

Antes de optar por remédios “naturais” para a artrite, converse primeiro com um médico, pois algumas opções podem interagir com os medicamentos existentes.

1) Aloe vera

Aloé-vera

Aloé vera é uma das ervas mais comumente usadas na medicina alternativa. Ela está disponível em várias formas, como pílulas, pó, géis e como uma folha.

Conhecida por suas propriedades curativas, é popular no tratamento de pequenas abrasões na pele, como queimaduras de sol, mas também pode ajudar no tratamento de dores nas articulações.

Possíveis benefícios inclui os seguintes:

  • Possui propriedades anti-inflamatórias.
  • Não tem os efeitos gastrointestinais negativos dos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), comumente usados ​​para a dor da artrite.

Aplicação tópica: você pode aplicar um gel diretamente na pele.

Medicação oral: alguns pesquisadores sugeriram que tomar babosa por via oral pode ajudar a aliviar a dor da osteoartrite.

Mais estudos são necessários para confirmar que esses tratamentos são benéficos.

O Centro Nacional de Saúde Complementar e Integrativa (NCCIH) observa que o uso de aloé vera provavelmente é seguro, mas algumas pessoas têm efeitos colaterais quando o tomam por via oral.

Pode reduzir os níveis de glicose e interagir com alguns medicamentos para diabetes.

2) Boswellia Serrata

Boswellia Serrata/Olíbano – resina

Os praticantes da medicina tradicional e alternativa usam a Boswellia serrata, também chamada de olíbano, por suas propriedades anti-inflamatórias. É derivado da goma das árvores Boswellia, que são nativas da Índia.

De acordo com um estudo publicado em 2011, o ácido boswélico parece ter efeitos anti-inflamatórios que podem ajudar pessoas com AR, OA e gota.

Os resultados de testes em humanos sugeriram que as cápsulas de olíbano podem ajudar a melhorar a dor, a função e a rigidez devido à OA. No entanto, esses estudos foram pequenos. Mais pesquisas são necessárias.

Doses de até 1 grama por dia de boswellia parecem ser seguras, mas doses altas podem afetar o fígado. Está disponível em comprimidos e cremes tópicos.

3) Unha de gato

A unha de gato é outra erva anti-inflamatória que pode reduzir o inchaço na artrite. Vem da casca e raiz de uma videira tropical que cresce na América do Sul e Central.

Tradicionalmente, as pessoas o usam como anti-inflamatório e para estimular o sistema imunológico.

A Arthritis Foundation observa que, como muitos medicamentos convencionais para artrite reumatoide, a unha de gato suprime o fator de necrose tumoral (TNF).

Eles citam um pequeno estudo de 2002 no qual a unha de gato se mostrou eficaz na redução do inchaço das articulações em mais de 50% em 40 pessoas com AR.

No entanto, os possíveis efeitos colaterais incluem:

  • náusea e tontura;
  • pressão sanguínea baixa;
  • dor de cabeça.

Você não deve usar esta erva se você:

  • usa diluentes de sangue;
  • tomar medicamentos que suprimem o sistema imunológico;
  • tem tuberculose.

De acordo com o NCCIH, alguns pequenos estudos analisaram a artrite reumatoide em unhas de gato, mas são necessárias mais pesquisas.

4) Eucalipto

Eucalipto

O eucalipto é um remédio prontamente disponível que as pessoas usam para uma ampla gama de condições. Extratos de folhas de eucalipto aparecem em remédios tópicos para tratar a dor da artrite.

As folhas da planta contêm taninos, que podem ajudar a reduzir o inchaço e a dor relacionada à artrite. Algumas pessoas fazem o acompanhamento com almofadas térmicas para maximizar o efeito.

A aromaterapia de eucalipto pode ajudar a aliviar os sintomas da AR.

Sempre dilua um óleo essencial com um óleo veicular antes de usar. Use 15 gotas de óleo com 2 colheres de sopa de amêndoa ou outro óleo neutro.

Certifique-se de fazer um teste de alergia antes de usar o eucalipto tópico, que é conhecido como teste de contato.

Coloque uma pequena quantidade do produto no antebraço. Se não houver reação em 24 a 48 horas, o uso deve ser seguro.

5) Gengibre

Muitas pessoas usam gengibre na culinária, mas ele também pode ter benefícios medicinais. Os mesmos compostos que dão ao gengibre seu sabor forte também têm propriedades anti-inflamatórias, descobriram estudos.

Alguns investigadores dizem que o gengibre um dia poderia ser uma alternativa aos medicamentos anti-inflamatórios não esteroides (AINEs).

As pessoas usam gengibre há muito tempo na medicina tradicional para tratar náuseas, mas você também pode usá-lo para artrite reumatóide, osteoartrite e dores nas articulações e nos músculos.

Os autores de um artigo de revisão de 2016 acreditam que, no futuro, os ingredientes do gengibre podem formar a base de um tratamento farmacêutico para a artrite reumatoide. Pode não apenas ajudar a controlar os sintomas, mas também a prevenir a destruição óssea.

Aqui estão algumas maneiras de consumir gengibre:

  • Faça chá infundindo saquinhos de chá ou gengibre fresco em água fervente por 5 minutos.
  • Adicione gengibre em pó aos produtos assados.
  • Adicione gengibre em pó ou raiz de gengibre fresco a pratos saborosos.
  • Rale o gengibre fresco em uma salada ou frite.

Consulte um médico antes de aumentar a ingestão de gengibre, pois pode interferir com alguns medicamentos, como a varfarina (Coumadin), um anticoagulante.

6) Chá-verde

Chá-verde

O chá-verde é uma bebida popular. Os antioxidantes que contém podem ajudar a combater a inflamação que ocorre com RA ou OA.

Você pode tomar chá verde como:

  • uma bebida;
  • pó (matcha) para polvilhar na comida ou adicionar a vitaminas;
  • suplementos.

Embora os cientistas tenham encontrado evidências de que extratos ou componentes específicos do chá-verde podem ter um efeito sobre a artrite, não está claro se a concentração de ingredientes ativos em uma xícara de chá ajudará a aliviar os sintomas.

Dito isso, é provável que seja seguro para a maioria das pessoas. Como bebida, é uma opção mais saudável do que alguns cafés, refrigerantes e outras bebidas adoçadas, desde que não adicione açúcar.

Mais pesquisas são necessárias para confirmar que o chá-verde pode ajudar a reduzir a inflamação e para descobrir qual forma e dose seriam mais eficazes.

7) Videira trovão-de-Deus

A videira trovão-de-Deus (Tripterygium wilfordii) é uma erva. Há muito tempo é usado na medicina chinesa, japonesa e coreana para controlar a inflamação e a atividade imunológica excessiva.

Isso poderia torná-lo um tratamento adequado para a artrite reumatoide e outras doenças auto-imunes.

Você pode usar isso:

  • por via oral, como um suplemento dietético;
  • como tratamento tópico, aplicado diretamente na pele.

No entanto, pode ter efeitos negativos muito graves, como:

  • problemas gastrointestinais;
  • infecções respiratórias;
  • perda de cabelo;
  • dor de cabeça;
  • uma erupção na pele;
  • mudanças menstruais;
  • mudanças no esperma que podem reduzir a fertilidade nos homens;
  • após 5 anos ou mais de uso, pode haver uma redução na densidade óssea.

Muitos medicamentos podem interagir com a videira trovão-de-Deus, especialmente aqueles comumente usados ​​para AR e outras doenças auto-imunes.

Extratos da parte errada da videira podem ser tóxicos. Com isso em mente, também é importante lembrar que a Food and Drug Administration (FDA) não regulamenta a produção ou venda de remédios naturais.

Você nem sempre pode ter certeza do que exatamente contém um produto, e se a erva da videira trovão-de-Deus for preparada incorretamente, pode ser mortal.

O NCCIH (National Center for Complementary and Integrative Health) diz que não há evidências suficientes para provar que a videira trovão-de-Deus é segura ou eficaz para o tratamento da artrite.

É importante conversar com seu médico sobre esta erva. Existem outras opções de tratamento disponíveis que se mostraram eficazes com menos risco.

8) Cúrcuma

A cúrcuma é um pó amarelo feito de uma planta com flor. Acrescenta sabor e cor a pratos e chás doces e salgados.

Seu principal ingrediente, a curcumina, possui propriedades anti-inflamatórias. Há muito tempo desempenha um papel importante na medicina tradicional ayurvédica e chinesa. Pode ajudar com OA, AR e outras condições artríticas.

Cúrcuma está disponível:

  • como um tempero em pó para adicionar aos pratos;
  • em saquinhos de chá;
  • como suplementos que são tomados por via oral.

Mais estudos sobre a segurança e eficácia do açafrão são necessários. O NCCIH observa que é provavelmente seguro para a maioria dos adultos, embora altas doses ou uso de longo prazo possam resultar em distúrbios gastrointestinais.

9) Casca de salgueiro

Árvore: Salgueiro Branco

A casca de salgueiro é um antigo tratamento para a dor e a inflamação. Você pode usá-lo como um chá ou em forma de comprimido.

Algumas pesquisas dizem que pode ajudar a aliviar a dor nas articulações relacionada à OA e AR. No entanto, os resultados têm sido conflitantes e mais estudos são necessários. Além disso, pode não ser seguro para todos.

Os efeitos colaterais comuns incluem:

  • dor de estômago;
  • pressão alta;
  • uma reação alérgica, especialmente se você for alérgico a aspirina;
  • úlceras estomacais e sangramento em caso de overdose.

Você deve perguntar ao seu médico antes de usar casca de salgueiro, especialmente se estiver usando anticoagulantes ou tiver uma úlcera estomacal. Não tome se você for alérgico a aspirina.

Outras opções complementares

Os suplementos de ervas não são as únicas abordagens complementares para o alívio da dor da artrite.

Especialistas da American College of Rheumatology e a Arthritis Foundation recomendam o seguinte:

  • controle de peso;
  • exercícios, incluindo tai chi e ioga;
  • tratamento de frio e calor;
  • gerenciamento de estresse;
  • uma dieta saudável;
  • acupuntura.

Pergunte ao seu médico sobre medicina complementar

À medida que cresce o interesse pela fitoterapia, os médicos convencionais estão mais dispostos a avaliar os benefícios dos remédios alternativos.

Ao tratar a artrite, algumas ervas podem complementar seus medicamentos atuais. Mas é importante entender que as ervas podem causar efeitos colaterais graves.

Comprar tratamentos com ervas de uma fonte confiável também é essencial.

O FDA não monitora ervas quanto à qualidade, pureza, embalagem ou dosagem, portanto não há como saber se um produto está contaminado ou contém ingredientes inativos.

Discuta todas as opções de tratamento da artrite com seu médico e não pare de tomar os medicamentos prescritos, a menos que eles recomendem.

Via: healthline