Como o rosa e azul se tornaram cores para meninas e meninos

Rosa já foi considerado cor de meninos

Estamos vivendo em tempos fluidos em termos de designação de gênero para bebês. Por um lado, em 2017 viu-se o primeiro nascimento de um bebê a ser registrado sem uma designação oficial de gênero.

Searyl Atli Doty, nascido no Canadá em novembro de 2016, foi declarado “U” (para “desconhecido” ou “não especificado”), em vez de “homem” ou “mulher” a mando de sua mãe, Kori Doty.

Mas então, por outro lado, as pessoas ainda estão dando “festas de revelação de gênero” decididamente binárias, tão exageradas que começam a disparar contra ele.

Continuar a ler Como o rosa e azul se tornaram cores para meninas e meninos