InícioAnimaisTer um gato pode reduzir o risco de doenças, revela pesquisa

Ter um gato pode reduzir o risco de doenças, revela pesquisa

Publicidade

Para as pessoas que amam gatos, não há nada mais fofo do que assistir a vídeos engraçados de gatos na internet. Ou, se você tem seu próprio gatinho, é um grande alívio voltar para casa depois de um dia difícil e receber carinhos do seu gato (mesmo que ele finja que não gosta).

Os gatos não são apenas fofos como companheiros amigáveis. Acontece que os gatos também podem ser bons para você quando se trata de sua saúde de várias formas.

Claro, eles nos trazem risos na forma de comportamento engraçado, muitas vezes capturados em vídeo, mas você conhece os benefícios para a saúde de ter um gato?

Continue a ler após a publicidade.

1) Possuir um gato pode reduzir o risco de ter um ataque cardíaco

De acordo com um impressionante estudo de 10 anos com mais de 4.000 americanos, os donos de gatos mostraram um risco 30% menor de morte por ataque cardíaco do que aqueles que não tinham um companheiro felino.

Os participantes tinham uma frequência cardíaca mais baixa, níveis mais baixos de estresse e pressão arterial mais baixa, tudo isso pelo simples fato de ter um gato.

Adnan Qureshi, autor sênior do estudo, disse: “Há anos sabemos que o estresse psicológico e a ansiedade estão relacionados a eventos cardiovasculares, particularmente ataques cardíacos”.

Qureshi disse que ter animais de estimação provavelmente ajudou a aliviar o estresse. Os pesquisadores disseram que, embora os cães provavelmente tenham um efeito semelhante, não havia donos de cães suficientes no estudo para mostrar isso de forma conclusiva.

2) Donos de gatos menos propensos a sofrer de depressão

Estudos descobriram que os donos de gatos são menos propensos a sofrer de depressão, pressão alta, níveis elevados de triglicerídeos e colesterol, e eles ainda têm menos visitas médicas em média. Pessoas com cães tiveram os maiores benefícios para a saúde, mas praticamente qualquer animal de estimação serve.

3) O ronronar do gato pode promover a cicatrização e a densidade óssea

Dizem que o ronronar do gato é terapêutico. De acordo com uma pesquisa publicada na Scientific American, os gatos ronronam em um padrão consistente entre 25 e 150 Hertz. Essa frequência ajuda a promover a cicatrização e até a densidade óssea. Senhoras que gostam de gatos, vocês leram bem. Ter um gato feliz fortalece seus ossos.

4) Os gatos ajudam pacientes com diferentes doenças de maneiras únicas

Os estudos observam que os pacientes de Alzheimer têm menos picos de esquecimento se tiverem um animal de estimação, e os donos de animais com AIDS são menos propensos a sofrer de depressão.

Pessoas com pressão alta são capazes de lidar com situações estressantes e pacientes com ataque cardíaco que têm animais de estimação sobrevivem por mais tempo.

Obrigado gatinhos!

Publicidade

Via : Your Tango

RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Mais vistos