truques-de-marketing
Curiosidades

5 truques de marketing que enganam facilmente você

O marketing pode ser útil não só para as empresas que o empregam como para os consumidores, que tomam conhecimento de oportunidades das quais não estariam cientes sem essa atividade.

truques-de-marketing

O problema é que, às vezes, o marketing pode ser um pouco manipulativo. A seguir, falaremos de 5 truques de marketing que enganam você e você nem se apercebe.

5 truques de marketing que enganam facilmente você

Superdescontos que podem não ser tão super assim

Às vezes, vemos em lojas ou supermercados etiquetas com um preço, digamos 200 reais, riscado e um, bem menor, digamos 120 reais, em seu lugar. Como pode ser dado um desconto tão grande? Uma possibilidade é que o estabelecimento em questão nuca tenha vendido o produto pelo preço riscado.

Esse pode ser o preço praticado por alguns concorrentes, apenas o preço sugerido pelo fornecedor ou um preço inventado para sugerir que o consumidor fará um ótimo negócio comprando o produto. Quem não gosta de poupar dinheiro?

Criar um falso senso de urgência

Aquilo que parece que vai ficar inacessível acaba sendo considerado mais valioso. Além disso, o senso de urgência ajuda a driblar o senso crítico do consumidor, estimulando-o a fazer a compra antes de comparar o produto em questão com os outros disponíveis no mercado ou de analisar com calma a relação custo-benefício dele.

Como se cria esse falso senso de urgência? Por exemplo, dando a entender que o produto logo estará indisponível (“estoques limitados”) ou que sua venda em determinada situação favorável (com desconto ou pagamento facilitado, por exemplo) logo deixará de acontecer (“enquanto durarem os estoques” é uma expressão muito usada nesses casos). E quem vai dizer se o produto está mesmo para acabar ou não? “Melhor não arriscar”, pensa o consumidor.

Veja também:  7 Alimentos que previnem e atenuam rugas e manchas na pele

O preço que faz com que os outros preços pareçam mais em conta

Esse é um truque praticado por restaurantes, por exemplo. Ter um produto bem caro no cardápio nem tanto para ser pedido, mas para fazer com que os outros, por comparação, pareçam mais baratos, dissipando desa maneira a hesitação dos clientes em pedi-los. Faz sentido. Afinal, muito da nossa capacidade de julgamento funciona por comparação.

Consulte empresas por telefone, evite situações indesejáveis; https://sac0800fone.com

Comparamos os objetos por seus tamanhos, suas cores, suas formas… e seus preços também. Evitando o produto mais caro, o cliente fica com a sensação de que está fazendo um bom negócio e poupando dinheiro, mesmo que ele não tenha ideia de qual deveria ser o preço dos pratos em questão ou se ele poderia conseguir opções tão saborosas por menos em outro lugar.

A arquitetura dos estabelecimentos

Sabe-se que estabelecimentos comerciais muitas vezes são projetados de maneira a confundir os consumidores. Desse modo, os consumidores perdem de vista seu objetivo original (que talvez fosse comprar um produto baratinho ou que oferece baixa margem de lucros para o estabelecimento ou apenas comparar preços) e se tornam mais suscetíveis a fazer compras por impulso ao se depararem com algum produto.

Pura e simplesmente mentir

Quem frequenta a internet (e não é só nela que esse fenômeno se manifesta embora nela se manifeste de maneiras sensacionais) sabe que não há afirmação tão absurda que não haja pelo menos um pessoa que acredite piamente nela como se fosse a coisa mais óbvia do mundo. Muitas empresas se aproveitam da credulidade humana pura e simplesmente mentindo.

Veja também:  Curiosidades sobre o corpo humano que muitas pessoas não sabem

Um exemplo desse comportamento foram os anúncios do antisséptico bucal Listerine veiculados nos Estados Unidos que diziam que enxaguar a boca com o produto substitui passar o fio dental. Bom, simplesmente não é verdade. Mas quem acreditou nisso deve ter ajudado a impulsionar as vendas do produto.

Enfim, falamos acima de 5 truques de marketing que enganam você e você nem se apercebe. Já caiu em algum desses truques? O jeito é ficar atento. É perfeitamente justo que as empresas tentem apresentar seus produtos e as condições sob as quais são vendidos sob a melhor luz possível – desde que sem faltar com a verdade. Aos consumidores, cabe a tarefa de ficar atentos. Já se dizia que “o preço da liberdade é a eterna vigilância”. O preço de não ser passado para trás também.

<<< Outros artigos

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.