InícioAnimaisUm animal de estimação afeta uma criança, estas 6 razões mostram isso

Um animal de estimação afeta uma criança, estas 6 razões mostram isso

Publicidade

Quer você já tenha um animal de estimação antes da chegada de seu filho, ou adquira um animal de estimação mais tarde com a família – há muitos benefícios que ter um cachorro, gato, pássaro, peixe ou porquinho-da-índia terá para seus filhos.

Abaixo estão 6 características que ter um animal de estimação querido irá incutir em seus filhos.

1) Responsabilidade

Há muitas tarefas inerentes a um animal de estimação, como alimentação, exercícios, cuidados pessoais e brincadeiras.

Incluir os seus filhos nestas tarefas faz com que se sintam valorizados, ajuda-os a compreender a responsabilidade e também os ensina a cuidar dos outros.

Crianças de até dois anos podem ter um papel importante no cuidado do animal de estimação, enchendo a tigela de água ou escovando o cabelo.

As crianças mais velhas podem assumir tarefas mais complexas, como limpar o tanque de peixes ou fazer acompanhar os cães em sua caminhada à tarde.

Para manter seus filhos envolvidos, torne o cuidar do animal de estimação divertido incorporando rituais lúdicos à tarefa – como cantar a mesma música toda vez que o jantar é servido na tigela do cachorro.

Também é importante que os pais modelem os cuidados com o animal de estimação. Se seus filhos virem você fazendo essas atividades, eles seguirão o exemplo.

Também é ótimo tentar fazer algumas tarefas juntos – o passeio noturno com o cachorro pode se tornar um assunto familiar, criando um momento especial onde você pode se conectar com seus filhos enquanto seu cachorro (e toda a família) faz exercícios.

Recomendamos:  Menina envia carta para seu gato que morreu e recebe a resposta mais gentil

2) Idioma e conversação

Um animal de estimação oferece oportunidades naturais para as crianças desenvolverem suas habilidades de linguagem e conversação.

Ter um animal de estimação por perto oferece oportunidades para que seu filho pequeno ou pré-escolar tenha interações verbais (embora seja uma interação verbal unilateral).

Não é anormal pegar seu filho falando coisas sem sentido com seu animal de estimação ou compartilhando os altos e baixos de seu dia, por exemplo.

A exposição a novas palavras também pode ajudar na aquisição da linguagem, e os animais de estimação vêm com muito vocabulário, como coleira, busca, cachorrinho, gatinho, etc.

3) Empatia

Empatia, compaixão e gentileza são habilidades sociais e emocionais importantes que são ensinadas e se desenvolvem com o tempo.

Ter um animal de estimação pode ajudar a cultivar essas habilidades em crianças de várias maneiras.

Os animais de estimação dependem muito de seus donos – quando as crianças são expostas e incluídas nos cuidados do animal de estimação da família, elas percebem rapidamente o quão dependente o animal é deles – essa dependência ajuda a desenvolver empatia.

Continue a ler após a publicidade.

Os animais de estimação dão muitas dicas não-verbais para expressar seus desejos e necessidades. Incentivar seu filho a estar ciente dessas dicas e reagir a elas ajuda a desenvolver compaixão e consciência das necessidades dos outros.

Além disso, ter um animal de estimação alimentará e inspirará o amor de uma criança por todos os animais e pela natureza, e ensinará a respeitar os seres vivos, como resultado da conexão positiva que sentem com seu amigo peludo ou de penas.

Recomendamos:  O Reiki reduz ansiedade, aumenta o autocontrole e elimina toxinas

4) Habilidades motoras

A maioria dos animais de estimação exige exercícios, brincadeiras e / ou cuidados pessoais.

Essas atividades podem ajudar no desenvolvimento motor em crianças, desde brincar com um pedaço de pau com o cachorro, alimentar os peixes com a quantidade certa de comida e brincar com um novelo de lã com o gato.

Ter um animal de estimação também incentiva um estilo de vida ativo – algo que todos nós queremos que nossos filhos valorizem.

5) Autoestima

Muitos estudos demonstraram que ter um animal de estimação ajuda as crianças a desenvolverem uma elevada auto-estima.

Uma vez que eles oferecem amor incondicional, um animal de estimação pode confortar, dar apoio e ouvir os problemas de uma criança sem julgamento ou consequência.

Crianças que moram com animais de estimação também tendem a ter menos solidão e habilidades sociais aprimoradas.

A auto-estima também é construída a partir da conclusão de tarefas como passear com o cachorro ou limpar a gaiola, dando às crianças uma sensação de realização e orgulho.

6) Pensamento Analítico e Crítico

Se você decidir ter um animal de estimação quando seu filho for um pouco mais velho (5+), incluí-lo no processo de decidir qual animal é o melhor para sua família pode ajudar a desenvolver habilidades analíticas e de pensamento crítico.

Muita pesquisa é feita para decidir que tipo de animal será o melhor para sua família.

Ao incluir seus filhos na discussão, fazer com que expressem suas opiniões e incentivá-los a pesquisar sobre as diferentes opções de animais de estimação, você está dando a seus filhos a oportunidade de pensar criticamente sobre como um animal de estimação será em sua família.

Recomendamos:  Mulheres com bumbum grande são mais inteligentes e saudáveis, afirma estudo

Deve-se mencionar que esse processo também pode ajudar os pais a decidir se seus filhos estão prontos para um animal de estimação, pois se eles não estiverem interessados ​​em fazer a pesquisa e o trabalho de base, talvez eles ainda não estejam prontos.

Publicidade

Se você gostou dessa matéria, veja aqui mais dicas e curiosidades. via: Savvymom

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais vistos