Venenos que colocam na comida que viciam e fazem você ficar doente

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o jornalista americano Michael Moss, que ganhou o prestigioso Prêmio Pulitzer por suas matérias sobre a indústria alimentícia e escreveu um livro (do qual falaremos mais mais à frente) sobre ela, disse que os membros dessa indústria tentam lucrar o máximo possível e passam o tempo todo tentando descobrir como deixar seus produtos irresistíveis – literalmente viciando o público – mesmo que isso aconteça às custas da saúde pública.

Isso é conseguido, entre outras maneiras, colocando nos produtos doses generosas de certas substâncias que não são exatamente amigas da saúde.

Venenos que colocam na comida que você deve evitar ingerir

Falaremos neste texto de 4 venenos que colocam na comida para que você coma muito, muito ao ponto de você comer e comer sem dar por ela, mais tarde irá ter problemas e não saberá o porquê, acompanhe a matéria.

Glutamato de sódio ou glutamato monossódico

glutamato de sódio

O glutamato de sódio, também conhecido como glutamato monossódico, é um produto usado para realçar o sabor dos alimentos. É comum, por exemplo, em alimentos de restaurantes de fast food.

Essa substância engana o cérebro e faz com que ele queira mais dela e, por consequência, queira mais do produto que a contém. Trata-se de um sal do ácido glutâmico.

Embora o glutamato de sódio não seja banido e seja considerado seguro para consumo por órgãos como a FDA, que fiscaliza os setores farmacêutico e alimentar dos Estados Unidos, seu consumo tem sido seguido por relatos de sintomas como dor-de-cabeça, dores no peito ou sudorese entre outros problemas futuros que nem vale a pena mencionar quais são não é mesmo.. 😉

Sal comum que é só cloreto de sódio

cloreto de sódio - sal seco

O bom e velho cloreto de sódio é outro favorito das multidões. Por essa razão, ele é mais usado em alimentos processados do que seria necessário. Na verdade, pesquisadores descobriram que os americanos estavam consumindo mais de dez vezes mais sal do que o necessário para o bom funcionamento do corpo e uns três quartos (75%) desse sal estavam vindo de alimentos processados.

Veja também:  8 Utilidades da vaselina que você provavelmente não conhecia

Além de agradar às papilas gustativas e tornar os produtos irresistíveis, o sal serve para “dar liga” aos alimentos, unindo ingredientes que de outra forma não ficariam juntos, e aumentando a durabilidade dos produtos, o que facilita sua comercialização, aumentando os lucros das empresas que os comercializam.

Dica para sua casa; use sal do mar, o que humedece. Esse sal é rico em magnésio, se você mudar isso em sua casa a probabilidade de gerar algum tipo de câncer é reduzida de forma surpreendente, está escrito no livro do famoso cirurgião pierre delbet (a política preventiva do cancro).

Gorduras são um veneno

Gorduras

Na verdade, um conjunto de substâncias. As gorduras também agradam ao paladar humano. O professor de Epidemiologia Adam Drewnowsk descobriu que, diferente do que acontece com outras substâncias presentes nos alimentos, não existe um ponto ótimo de concentração de gorduras para atiçar o apetite dos consumidores.

As gorduras simplesmente não evocam no cérebro uma ordem de interrupção de consumo. Enquanto houver gorduras a serem consumidas, o cérebro se sente tentado a ordenar ao indivíduo que as consuma, o que, claro, é uma grande vantagem para a indústria de alimentos processados.

Ele descobriu que a combinação de gorduras e açúcar é especialmente atraente. A Nabisco, por exemplo, teve que aumentar a concentração de açúcar e gorduras em seus produtos para retomar a fatia de mercado que a Hershey havia tomado com seu desenvolvimento de uma linha de produtos especialmente ricos nesses elementos – e, portanto, especialmente atraente.

Veja também:  Como tirar tinta de caneta da roupa de forma simples e eficaz

O açúcar é um dos piores venenos bracos

açúcar

Já mencionamos o açúcar acima. Evidentemente, ele não poderia estar ausente em uma lista como essa. Segundo Michael Moss, jornalista autor do livro Sal, Açúcar, Gordura – Como a Indústria Alimentícia Nos Fisgou, do qual falamos acima, o Monell Chemical Senses Center, um instituo científico, desenvolveu testes para indicar quanto açúcar era necessário pôr em produtos processados para torná-los bastante atraentes para diversos topos de consumidores, incluindo crianças.

O consumo excessivo de açúcar está ligado a problemas como obesidade e diabetes e até morte por envenenamento.

Enfim, falamos acima de 4 venenos que colocam na comida para que você coma muito. Infelizmente, as empresas do setor alimentício, de modo geral, não estão especialmente interessadas no bem-estar e na saúde dos consumidores de seus produtos.

Pelo contrário, elas enchem seus produtos de substâncias que garantem mais vendas mesmo que para isso tenham que colaborar para a criação e aprofundamento de uma grave crise de saúde pública em que problemas como a obesidade (inclusive entre crianças) saem de controle.

Em entrevista à Folha de São Paulo, Moss chamou sal, açúcar e gordura de trindade demoníaca que a indústria usa para viciar os consumidores em seus produtos e fazer com que comprem mais deles.

Infelizmente, os poderes públicos têm se mostrado complacentes diante desse comportamento, o que significa que os consumidores têm que cuidar de si mesmos e de seus entes queridos, especialmente das crianças.

<<< Outras matérias

Loading...
Partilhar este artigo
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.